Izabela Tortoza

Hello darling! 

De uma forma linda, cheguei até a Cris e sua equipe através de uma grande amiga que a me indicou de olhos fechados. E depois de tudo eu entendi o porquê.
Eu estava no meu ano sabático e só conseguia pensar em sair por aí, conhecer novos ares, novas culturas, novas pessoas, novos gostos e novos sentimentos. A Cris me leu como ninguém, me apoiou, me encorajou e fez as perguntas certas para as respostas que eu já tinha dentro de mim, mas estavam guardadas lá no fundo.
Sempre acreditei que a energia deste Universo imenso nos traz pessoas certas quando de fato precisamos delas. E assim começou a minha história com a Cris e a Grazi.
Eu não só tive profissionais competentes cuidando de todo meu processo, mas grandes seres humanos que me fizeram viver uma experiência incrível que eu diria a melhor da minha vida até hoje.
Vancouver foi o destino escolhido, Cris e Grazi não mediram esforços pra me locar em uma boa homestay, assim como estudar em uma boa escola de inglês, o motivo da minha ida.
O suporte à minha ida iniciou desde o momento em que decidi ir pra lá e permaneceu mesmo estando em Vancouver. Elas estavam lá sempre que precisei, mandava mensagem, ligava e elas me ajudavam da melhor maneira possível. Foi simplesmente a melhor escolha que poderia ter feito.
Recomendação seria pouco mediante a tudo que elas fizeram por mim! Eu diria que se você está lendo este depoimento, pode ser o seu momento com as pessoas que foram certas pra mim quando eu precisei.  
A gente não quer só uma agência de intercâmbio que gerencie nossa escola e onde ficaremos por lá. Quando a gente decide sair do país, a gente quer segurança, quer parceria com pessoas que nos entendem, que nos lêem nas entrelinhas ou nas mensagens de textos de saudade, porque o lado de lá é desconhecido, assusta.
A gente não cai nos lugares por acaso e você não está lendo este depoimento sobre a minha vivência incrível com elas à toa.
Boa sorte qualquer que seja a sua escolha! Não poderia estar em melhores mãos.
Quando você voltar ou não rs, vai entender o que estou falando. Ainda tomo café e converso sobre minhas experiências do Canada com a Cris. Ela é uma linda mesmo, sorte a nossa.

Namastê.